Móveis Coloniais de Acaju

Móveis Coloniais de Acaju é uma banda brasiliense formada em 1998 e que até 2004 não havia sido notada. Foi depois de ser “escalada” pra tocar no Brasília Music Festival em 2003 que a coisa finalmente emplacou (ainda bem!) e fez com que os moços do Móveis começassem a pensar na coisa mais à sério.

Lançaram seu primeiro álbum, Idem, no início de 2005, gravando na bolacha o som que eles próprios definiram como sendo uma feijoada búlgara, que seria a mistura do rock, ska e outros ritmos que se ouve por aí.

Sou alucinada com os arranjos do Móveis, os metais sensacionais, as letras sem (ou com?) noção, a naturalidade dos caras no palco e o visual de toda a banda. É música brasileira de qualidade!

A escolhida pra representar o álbum de estréia foi Copacabana (Devaneios de um Cubano Cubista).

A
Com o primeiro disco bem recebido pelos ouvidos do Brasil e do mundo (é, eles excursionaram pela Europa em 2008), os caras do Móveis se dedicaram ao segundo disco, C_mpl_te, lançado em 2009 e com músicas, digamos, mais maduras. Uma das minhas favoritas desse disco é O Tempo.

A

Bônus Track: versão para Eu Também Vou Reclamar, do Raul Seixas (yeah!) no Som Brasil especial do Raul de 2007.


A

Só lamento ter notado Móveis apenas esse ano e ter perdido vários shows dos caras aqui em Belo Horizonte. Por isso, finalizo hoje com um apelo: Voltem!

Sobre Natália M.

Podendo ser qualquer coisa nessa vida, escolheu ser advogada (mas promete que é uma pessoa legal). É apaixonada por listas, música, livros, filmes, seriados e sorvete de pistache (sim, de pistache). Adora um parêntese, prefere os vilões do que os mocinhos, nunca quis ser bailarina, odeia explicar piada e jamais, em hipótese alguma, come feijão fora de casa (exceto se for feijoada, aí pode).
Esse post foi publicado em Aqui em casa toca, É do Brasil, Música e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Móveis Coloniais de Acaju

  1. Ludmila disse:

    Eu também demorei demais pra descobrir Móveis.. E minha descoberta ficou pela metade, já que minha conexão ultra mega lenta não me permite sair vendo vídeos pra conhecer direito. Sabe que há um tempo atrás eles disponibilizaram um cd deles pra download grátis? Foi sensacional!

    “O Tempo” é uma música sem igual. Não sei se acontece o mesmo com todo mundo (acho que sim) mas é uma música que me coloca pra cima de um jeito impressionante! Que energia!!!!

    Mais uma vez, arrasou no post, Nat! =)

  2. Pingback: Peixoto & Maxado | Aqui em casa toca…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s