Tracy Chapman

A primeira vez que ouvi Tracy Chapman pensei que quem estava cantando era um homem. Fui tirar a prova, procurei um clipe pra assistir e, bem, tive a certeza de que era um homem cantando. Mas não, me enganei. Tracy Chapman é mesmo uma mulher.

Dona de uma voz peculiar, Chapman começou sua carreira em 1988 ao assinar um contrato com uma gravadora após anos tocando nas ruas, bares e cafés de Cambridge.

Ao longo dos anos lançou 8 discos de estúdio e nos deu de presente músicas lindas como Fast Car, sem dúvida uma das mais conhecidas de todo mundo. Lançada no álbum de estréia de 1988, Fast Car entrou pra lista de 500 Melhoras Músicas de Todos os Tempos da revista Rolling Stone e foi lançada ao sucesso após uma apresentação de Chapman no tributo aos 70 anos de Nelson Mandela.


.

Do mesmo disco saiu a pérola do programa de rádio Good Times, Baby Can I Hold You (quem nunca viu a versão com tradução simultânea não sabe o que está perdendo. NOT!). Apesar de ter ficado marcada como música baranga, Baby Can I Hold You é bonita sim! Pronto falei!


.

Por fim, a deliciosa Give Me One Reason, que saiu no disco New Beginning, de 1995, tem uma pegada blues que casou muito bem com a voz de Chapman e ficou em terceiro lugar no chart das 100 Melhores Músicas dos Estados Unidos no ano de lançamento do disco.


.

Espero que tenham curtido a dose de nostalgia de hoje.

Até a próxima😉

Sobre Natália M.

Podendo ser qualquer coisa nessa vida, escolheu ser advogada (mas promete que é uma pessoa legal). É apaixonada por listas, música, livros, filmes, seriados e sorvete de pistache (sim, de pistache). Adora um parêntese, prefere os vilões do que os mocinhos, nunca quis ser bailarina, odeia explicar piada e jamais, em hipótese alguma, come feijão fora de casa (exceto se for feijoada, aí pode).
Esse post foi publicado em Aqui em casa toca, Música e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Tracy Chapman

  1. Aline disse:

    Amei essa “Give me one reason”. Não conhecia. Agora quero conhecer mais músicas dela(e) com essa pegada blues. Adoro seus posts, amoreca.

  2. Rodrigo Rezende disse:

    Muito legal o post!
    Semana passada estava em uma churrascaria em BH com minha namorada e rolou na tv um clip da Tracy Chapman. Daí minha namorada disse:
    – Nossa que homem feio.
    – Não é homem, é a Tracy Chapman
    – Não….tenho certeza que é homem.

    kkkkkkkk
    Lógico que mandei o link do blog pra ela.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s