10 anos de Yankee Hotel Foxtrot

Hoje, dia 23 de abril de 2012, é aniversário de 10 anos do lançamento de Yankee Hotel Foxtrot, quarto disco do Wilco, banda de Chicago liderada por Jeff Tweedy, com 18 anos de carreira e 9 discos lançados.

O disco, que deveria ter sido lançado em 2001, foi negligenciado pela gravadora Reprise Records sob a justificativa de que o material gravado era anticomercial, e atualmente figura nas listas de melhores álbuns da década de 2000 da revista Rolling Stone e Pitchfork Media, reinando absoluto nas listas pessoais de alguns fãs mais ávidos, como já tive a oportunidade de testemunhar em discussões na mesa do bar.

A verdade é que YHF marcou uma grande mudança no trabalho que o Wilco vinha desenvolvendo até o Summerteeth, disco de 1999. Sair da zona de conforto, mas sem perder a essência, foi primordial para que o Wilco ousasse lançar algo um pouco mais experimental e mais desafiador.

Mas pra falar a verdade, eu demorei a prestar atenção no Wilco. Até pouco tempo eu só tinha ouvido os trabalhos mais recentes (e já achava um espetáculo). Foi graças a sexta faixa do disco que passei a abrir meus ouvidos para Jeff Tweedy e companhia. Ashes of American Flags foi a primeira música do YHT que ouvi, após um cara que eu paquerava ter mandado para eu escutar. Música lindíssima. Me ganhou de cara tanto pelos arranjos e voz de Jeff Tweedy, quanto na forma pela qual me foi apresentada. Essas coisas marcam.

I Am Trying to Break Your Heart, a primeirona que abre o álbum, pode desanimar os desavisados, mas recomendo dar uma chance e ouvir até o fim. Melodia complexa, piano marcante e uma letra poderosa já dão o recado, desde já prenunciado no título da música: o Wilco quer partir seu coração. E o farão, da melhor maneira possível. E você vai agradecer no final.

Desse disco ainda destaco Jesus, Etc., considerada pela Pitchfork Media como a 61ª melhor música da década, e I’m The Man Who Loves You, minha preferida do disco.

Roubando as palavras do querido amigo Marcelo Costa, do Scream & Yell, ao resenhar o álbum em 2002, Yankee Hotel Foxtrot é “arrebatador como poucos álbuns costumam ser hoje em dia”.

Segue abaixo o disco para ouvir na íntegra.

Ah, aproveitando o ensejo, hoje também é aniversário de 41 anos do lançamento de Sticky Fingers, 11º álbum dos Rolling Stones, que trouxe à vida clássicos como Brown Sugar e Wild Horses.

E, pra finalizar, quem comemora 21 anos de vida hoje é Time, Love & Tenderness do Michael Bolton, mas quem liga pra isso, né?

Sobre Natália M.

Podendo ser qualquer coisa nessa vida, escolheu ser advogada (mas promete que é uma pessoa legal). É apaixonada por listas, música, livros, filmes, seriados e sorvete de pistache (sim, de pistache). Adora um parêntese, prefere os vilões do que os mocinhos, nunca quis ser bailarina, odeia explicar piada e jamais, em hipótese alguma, come feijão fora de casa (exceto se for feijoada, aí pode).
Esse post foi publicado em Aqui em casa toca, Música. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s