Alta Fidelidade

Se eu fosse fazer um top 5 dos filmes que eu mais gosto, sem dúvida Alta Fidelidade (High Fidelity, 2000) estaria entre eles.

Baseado no livro de Nick Hornby, o filme conta a história de Rob Gordon, dono de uma loja de discos meio decadente e de um invejável conhecimento sobre música. Ah, sim, e bem azarado no amor (não diga).

Uma das coisas mais legais é a mania de Rob Gordon de fazer um top 5 de tudo. Isso sem contar as inúmeras referências musicais ao longo do filme, é até difícil de assimilar.

Por isso escolhi o Top 5 Primeiras Faixas Lado A (tradução grosseira de Top 5 Side Ones. Track Ones), como visto no filme, para colorir essa nossa quinta feira. Vamos lá.

The Clash – Janie Jones

Janie Jones foi gravada pelo Clash em 1977 e lançada no seu álbum de estréia criativamente denominado… The Clash. Janie Jones era uma dona inglesa que tinha sido cantora na década de 60 e, nada esperta, nos anos 80 gravou uma versão dessa mesma música tendo os próprios caras do Clash como banda de apoio. Ah, e o Martin Scorcese acha essa a melhor música de rock ‘n roll britânica (mas isso porque ele é fã assumidíssimo do Clash).
.

Marvin Gaye – Let’s Get It On

Considerada uma das músicas mais sexies da história, Let’s Get It On, lançada no álbum de 1973 que leva o mesmo nome, fala explicitamente sobre aquilo mesmo que você está pensando. E o Marvin Gaye não tava nem aí se a sociedade ia ficar chocada com isso ou aquilo. A música estourou nas paradas e consagrou Marvin como sex icon da época. Já em Alta Fidelidade, a música ganhou uma versão massa do ator Jack Black (eu adoro esse cara!).
.

Nirvana – Smells Like Teen Spirit

Hino de toda uma geração, Smells Like Teen Spirit é a primeira faixa do Lado A do álbum Nevermind, de 1991 (ele mesmo, o do menino peladinho nadando), e lançou o Nirvana ao sucesso. Até hoje é considerada o maior sucesso da banda e uma das melhores músicas de rock de todos os tempos.
.

The Velvet Underground – White Light/White Heat

Faixa introdutória do álbum de 1968 que leva o mesmo nome, White Light/White Heat é um susto pra quem vai ouvir o disco pela primeira vez. Coisas de Velvet Underground. É precursora do movimento punk, foi regravada pelo Bowie e serviu de inspiração para a música Drunk Girls, do LCD Soundsystem (que vocês devem estar ouvindo pelas rádios atualmente).
.

Massive Attack – Radiation Ruling the Nation

Primeira faixa do álbum No Protection, de 1995, do Massive Attack e remixado por The Mad Professor.

Pessoalmente, eu tiraria essa última da seleção e colocaria Good Times Bad Times, faixa de abertura do lado A do primeiro disco do Led Zeppelin, lançado em 1969.

Fica a dica: assistam Alta Fidelidade. Vale cada minuto.

Pra encerrar, a pergunta que não quer calar: Did I listen to pop music because I was miserable? Or was I miserable because I listened to pop music?

Sobre Natália M.

Podendo ser qualquer coisa nessa vida, escolheu ser advogada (mas promete que é uma pessoa legal). É apaixonada por listas, música, livros, filmes, seriados e sorvete de pistache (sim, de pistache). Adora um parêntese, prefere os vilões do que os mocinhos, nunca quis ser bailarina, odeia explicar piada e jamais, em hipótese alguma, come feijão fora de casa (exceto se for feijoada, aí pode).
Esse post foi publicado em Aqui em casa toca, Música, Trilha Sonora e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Alta Fidelidade

  1. Ludmila disse:

    Não vi o filme, mas adivinha se eu não fiquei morrendo de vontade ver?
    Top 5 muito bom. “Let’s get it on” é mesmo uma música pra lá de sexy, mesmo que não se tenha a menor noção de inglês e não se faça nem idéia do que diz a letra. É quase auto-explicativa em termos de melodia. Ô coisa boa! “Smells like teen spirit” é o tipo de música que qualquer pessoa conhece.. uma das emblemáticas. “White Light/White Heat”…. cara, mereço ir pra forca, porque JURO que não conhecia (Lud fail), mas adorei! Mais um ponto pra Escola Nat da Boa Música. E concordo contigo sobre “Radiation Ruling the Nation”. De fato, “Good times bad times” é muito mais apropriada pro Top 5!

    Post show de bola, como sempre. Vou até mais feliz pra dar a capacitação pros técnicos da PBH agora. =)

  2. Pingback: Spike Jonze | Aqui em casa toca…

  3. Pingback: Sorvete de pistache, filmes, música e… listas | Aqui em casa toca…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s